Qual Deve Ser o Tipo de Fé Cristã?

"E temos, portanto, o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri; por isso, falei. Nós cremos também; por isso, também falamos." 2 Coríntios 4.13

Essa declaração do Senhor, feita pelo apóstolo Paulo, dá aos crentes fracos e vacilantes a capacidade de não se deixarem influenciar pelas mentiras do diabo. Não há esse negócio de uns serem privilegiados, e outros, preteridos. A cada um foi concedido o mesmo espírito de fé, por isso nenhum filho de Deus fracassará nas missões que lhe forem designadas. A diferença está no fato de crer ou não.


A declaração que estamos estudando não deixa a menor dúvida de que o Senhor nos trata de modo igual. Ao aprender o que deve fazer, não se deixe levar pelo engano de que você não tem condições de cumprir a ordem divina. Estando no mesmo espírito de fé, você recebeu a habilidade necessária para cumprir seu chamado. Portanto, esforce-se e faça o que lhe foi ordenado.


A Bíblia declara que o Senhor deu a cada um que foi recebido no Seu Reino uma medida de fé, mas o espírito é o mesmo. Essa porção supre a nossa necessidade, visando à realização da vontade divina. É possível aumentar essa medida, pois os discípulos pediram isso a Jesus, e Ele não disse que tal coisa era impossível. Como resposta, Ele afirmou que, se a fé fosse do tamanho de um grão de mostarda, poderia transportar uma amoreira para o meio do mar (Lc 17.5,6).


A fórmula para adquiri-la é ouvir a Palavra (Rm 10.17). Ao responder sobre o poder que tem a pessoa que possui uma fé pequenina, o Mestre incentivava Seus seguidores a que aumentassem a fé que tinham. Portanto, se você sentir que precisa de uma medida maior, peça que o Senhor a aumente. Então, Ele o fará entender melhor as Escrituras. Mas isso não será feito para o seu deleite pessoal, ou para algum propósito escuso ou egoísta.

Todo aquele que crê deve falar, repreender o mal, desfazer as obras malignas e declarar-se vencedor. Quem não crê fica calado, consente e sofre o dano que o diabo lhe impõe. A vida espiritual funciona mediante nossa confissão e as declarações que fazemos sobre o que cremos na divina Palavra. Jesus não tinha a menor dúvida de que Ele e o Pai eram um (Jo 10.30). Ora, quem se une ao Senhor faz-se um só com Ele e, por isso, deve falar com destemor.


Se crermos no que as Escrituras dizem, também falaremos ao nosso monte que se erga e se lance ao mar. Não deixaremos que o diabo nos destrua, envergonhe-nos ou nos tire da nossa posição em Cristo. Os que se acovardam, retrocedem, não avançam e não tomam posse do que lhes pertence haverão de dar explicações ao Senhor acerca da razão de não usarem os talentos que receberam.


Por fim, tendo o mesmo espírito de fé, podemos fazer o que Jesus fazia (Jo 14.12). Foi exatamente isso que Ele disse que ocorreria na vida de todo aquele que cresse nEle. Não há por que nos deixarmos levar pelas mentiras do diabo, se somos operadores da justiça divina. Na verdade, somos a justiça de Deus em Cristo (2 Co 5.21).

#eriksantana #devocionaldodia #livroanovacriatura #livroasquatrotorres #devocional

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

MINISTÉRIO PASTOR ERIK SANTANA

Caucaia do Alto, Cotia/SP

ministerioeriksantana@yahoo.com

Telefone (11) 3406-5434