A PRINCIPAL VIRTUDE DOS JUSTOS

Eles se fartarão da gordura da tua casa, e os farás beber da corrente das tuas delícias.

Salmo 36.8


Aos justos é dispensado o melhor tratamento vindo de Deus. Os ímpios, no entanto, recebem a punição necessária pelo seu erro. Mas, na verdade, não dá para entender a razão de uma pessoa deixar de ser justa, pois isso, além de lhe proporcionar o prazer de fazer o que é bom, evita que tenha dor na consciência. Sem dúvida, o ímpio vive sempre em conflito com o seu interior, com aquela voz convencendo-o do pecado que tem praticado e do bem que tem evitado.


É fundamental entendermos que o inimigo não conseguirá vencer o praticante da Palavra. Em relação aos perdidos, quando o diabo sequer decidiu o mal a ser imposto neles, eles já sentem as dores. Assim, estão sempre apavorados, e alguns, por pura suspeita, chegam a cometer atrocidades. Além disso, os ímpios jamais confessarão seus pecados, por acharem que a confissão os arruinará; contudo, por isso, serão destruídos.


A gordura de que o Senhor fala que será dispensada aos justos jamais lhes fará dano algum, pois ela significa o que de bom Deus tem em abundância para dar ao homem. Na verdade, o Senhor só tem coisas boas, e tudo está no superlativo. A gordura significa a unção que Ele esparramará por todos os lados. Portanto, os justos não devem aceitar viver em escassez de paz, saúde e de recursos financeiros. Em Deus, há abundância de bens (Dt 28.11).


Os atos bondosos do Altíssimo são tantos e Seus dons são tão maravilhosos que podem ser, de certa forma, comparados à banha que sobeja dos obesos. O Pai celeste tem unção sem medida. Ele é abundante em tudo de que necessitamos para vivermos abençoados. Por isso, não se conforme com a ideia de que há um propósito divino em que você não prospere.

As Escrituras revelam que o nosso bom Pai não sonegará nenhum bem aos que se qualificam como praticantes da justiça, cumpridores da Sua Palavra (Sl 84.11). Se em você não tem havido abundância da graça de Deus e do dom da justiça, verifique em que tem crido, pois, provavelmente, deixou a revelação do Senhor de lado e passou para os costumes religiosos, para as coisas do Oriente (Is 2.6). Então, volte para a divina Palavra.


O versículo que estamos estudando declara que o próprio Deus fará com que os justos bebam das Suas correntes antes mesmo que desejem delas participar. Então, firme-se na fé e deixe o Espírito de Deus enchê-lo de boas coisas. Compensa ficar no erro, beber e comer do chiqueiro do diabo? Até quando você pensa que o Todo-Poderoso suportará sua afronta? Antes que Ele aja e coloque um ponto final, retorne para os caminhos do Senhor.


Não há nada melhor do que ser um praticante da justiça. Quem não o é inventa coisas que nunca operam. Os que se dobram diante do Altíssimo mostram, pelo modo como vivem, que vale a pena ser justo. Todavia, se demorar a tomar a decisão de ser justo, é como se dissesse, em outras palavras, que não crê, de fato, em Deus. Em quem você crê?


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo